Relação entre cliente e agência: no que é mais importante focar?

Quem já trabalhou com uma agência de marketing digital ou marketing sabe que essa é uma relação que pode gerar complicações. São muitas expectativas dos dois lados, e na maioria das vezes pouco conhecimento sobre os modelos de cada negócio. Mas para que um projeto de marketing de curto ou longo prazo alcance sucesso é importante ter uma boa integração entre cliente e agência.

Para que o trabalho flua e para que ambas as partes alcancem os objetivos almejados, é necessário que exista um entendimento claro do que cada lado espera do outro e os por quês.  

Por que essa integração?

Uma das tendências da publicidade é se tornar cada vez mais integrada entre negócios, comunicação e entendimento do papel das marcas na sociedade.

Pensando nisso, um dos papéis mais importantes da agência atualmente, está ligado a conhecer. Mas, conhecer o que? É necessário conhecer a fundo o negócio do cliente, para que o marketing não acelere o prejuízo de um negócio, por exemplo. Vender o que dá prejuízo ou entregar mais clientes para uma operação que não consegue absorver mais clientes. Essa é uma receita certa para aumentar a velocidade da falência. Só com um conhecimento mais a fundo, as expectativas de sucesso se alinham e a relação de confiança entre as partes só tende a crescer.

 

“Agora, o trabalho vai além de simplesmente encantar o consumidor. Passamos também a ajudar as marcas a gerir o próprio negócio.”

 

Por isso desde o início da 4One acreditamos que andar lado a lado com o cliente é um dos nossos papéis, indo além do marketing e criando uma verdadeira parceria de sucesso. Algumas marcas já experimentaram o que o 4Care pode fazer: clarear a visão do modelo de negócios e onde priorizar quando se têm recursos limitados.

O que o cliente e agência devem sempre se perguntar?

Parece óbvio, mas muitas vezes deixamos de nos perguntar o por quê queremos esse ou aquele objetivo. Quando não questionamos sobre isso é fácil cair na síndrome VSF “Vai Saindo Fazendo” e não se perguntar: “Estou resolvendo um problema de marketing ou do modelo de negócio?”, “Qual o impacto dessa ação dentro da operação do negócio?” e uma que adoramos, os 5 por quês.

Todo gestor sabe que precisa gerar objetivos e metas, mas o que realmente está por trás delas? Exemplo:

Precisamos aumentar as vendas. Por quê?

Por que o fluxo de caixa está abaixo do que o esperado. Por quê?

No último trimestre vendemos muito pouco. Por quê?

Pois todas as propostas que chegavam estavam desalinhadas com o que vendemos. Por quê?

Por que a nossa comunicação se esforçou muito em comunicar um conceito que não é bem o que fazemos.

 

Aí está o ponto chave que deve ser trabalhado! Antes de colocar uma  campanha divertida e emocionante na rua, é necessário avaliar a estratégia. Sem estratégia ou planejamento, se mantém o ciclo vicioso de entregar clientes desalinhados. É aqui que entra a parte vital do relacionamento cliente/agência novamente: conhecer o modelo de negócio é se questionar sobre o que vai levar ao sucesso de ambos.

Mas, como tudo começa com o diálogo saudável….

A objetividade e a franqueza entre os dois envolvidos em um projeto sempre geram uma maior assertividade na entrega das expectativas. E isso é primordial.

É claro que a parceria não nasce de um dia para o outro. Mas, é de extrema importância confiar e estreitar os laços: conhecer a rotina, como funciona o trabalho em cada ambiente e manter em mente que toda nova parceria deve ter como foco, consertar ou evoluir o que estava sendo feito até agora. Para isso é necessário esse grande mergulho. É uma das formas disso acontecer.

Por fim, o aprendizado é que essa boa relação vai ser benéfica para ambos, e mais: vai trazer efeitos positivos para quem mais interessa, o público consumidor.

Continue acompanhando o nosso blog, aqui você vai poder ficar por dentro de estratégias e necessidades para profissionalizar o marketing da sua empresa.